Conecte-se conosco

Listas

10 curiosidades sobre a parceria da Marvel e Netflix

Publicado

em

O serviço de streaming que tem mudado a forma com que o público acompanha séries e filmes, ganhou em 2013, uma importante aliada: a Marvel TV. De cara foram anunciadas 5 produções. Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro ganhariam séries com 13 episódios e posteriormente seriam reunidos em uma série de 8 episódios, chamada Os Defensores. O planejamento acabou sendo alterado e por ano estreiam 2 séries da Marvel no catálogo da Netflix, com exceção de 2017 que contou com as estreias de Punho de Ferro, Os Defensores e O Justiceiro. Esse acordo pegou os fãs de surpresa, já que ambas empresas nunca deixaram evidentes essas negociações. Saiba 10 curiosidades sobre a parceria da Marvel e Netflix.

10. Demolidor, Jéssica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro estreariam no mesmo ano

Quando foi anunciada a parceria com a Marvel pela Netflix, a empresa se precipitou em informar aos fãs, que as 4 séries seriam lançadas no mesmo. Talvez uma forma de chamar atenção para alta demanda de produções de heróis, tenha feito com que esta estratégia tenha sido utilizado. O que posteriormente ocorreu é que Demolidor e Jéssica Jones estrearam apenas em 2015, dois anos depois do anúncio da parceria.

9. Demolidor foi um sucesso de público e crítica

O que já era de esperar que uma série da Marvel fosse fazer um grande sucesso na Netflix, mas quando Demolidor de fato estreou em abril de 2015, o resultado foi acima do esperado. A primeira temporada foi elogiada tanto pelo público quanto pela crítica. Com seu Universo Cinematográfico consolidado nos cinemas, se temia que as séries da Netflix tivesse o mesmo tom das produções e das séries de TV da Marvel que já eram produzidas pela ABC.

8. As séries são gravadas em Nova York

Diferentemente de muitas produções da Marvel, as séries em parceria com a Netflix foram gravadas em Nova York. Tudo por conta de um incentivo fiscal oferecido pela Prefeitura da cidade, que buscava ampliar o retorno com turistas com a exposição da cidade nas séries. A Marvel também encontrou uma oportunidade de dar um tom mais urbano nestas produções e destoar as séries do que atualmente estava sendo feito em outras emissoras.

7. Escolha dos protagonistas

Assim como o mistério pelo roteiro de cada uma das séries, a escolha dos protagonistas também foi acompanhada de perto pelos fãs. No final, Charlie Cox foi oficializado como o Demolidor, Krysten Ritter como Jessica Jones, Mike Colter com Luke Cage e Finn Jones como o Punho de Ferro. Havia uma grande expectativa pelo desempenho dos atores em cena, mas toda apreensão foi superada quando de fato as séries estrearam.

6. Jessica Jones

Quando Krysten Ritter foi oficilizada no papel de Jessica Jones, as expectativas quanto a estreia da série foram elevadas em 100%. Afinal de contas, poucas séries estreladas por heróinas da Marvel tinha ocupado tamanho espaço na mídia. Apenas a série da Agente Carter no canal ABC havia ganho tamanho destaque. A série apresentou um lado de Jessica Jones que não era muito explorado nos quadrinhos e com isso, a série acabou entrando no gosto do público. Sua repercussão não foi nem de longe da primeira temporada de Demolidor, mas conseguiu se destacar quando estreou.

5. Luke Cage

Luke Cage é um ícone dos quadrinhos da Marvel e um dos personagens cânones da editora. Sua importância nas publicações da editora são inimagináveis, por isso todo um cuidado foi reservado à série do personagem. Com quase um ano de atraso (já que todas as séries da Marvel estavam programadas para 2015), Luke Cage não atingiu a repercussão de Demolidor e Jessica Jones, o que apontava para um possível desgate na fórmula da série de super-heróis, ocasionado pelas diversas produções que estavam sendo lançadas na TV.

4. Elektra e Justiceiro

O sucesso da primeira temporada de Demolidor na Netflix foi tão grande, que uma segunda temporada, acabou cortando fila e empurrando a estreia de Punho de Ferro para 2017. Mantendo o nível da temporada de estreia, a nova temporada voltou com dois importantes adicionais: Elektra e Justiceiro. Novamente foi um sucesso de crítica tanto pelo público, quanto pela crítica.

3. Justiceiro ganhou sua própria série

Jon Bernthal foi tão convincente como o Justiceiro na segunda temporada de Demolidor, que rapidamente os fãs já o elegeram como o melhor interprete do personagem. A Netflix não poderia deixar passar despercebida os clamores dos fãs e encomendou 13 episódios de uma série solo do Justiceiro. Prevista para 2017, a série faz parte de um planejamento do serviço de streaming em apresentar outros personagens da Marvel em seu catálogo.

2. Punho de Ferro decepciona

A pior estreia da Marvel aconteceu em março de 2017 e rapidamente se tornou a série mais criticada na Netflix. Cansativa, os fãs criticaram a quantidade de episódios e o caminho que o roteiro da série optou contar a saga de Danny Rand. A série sofreu fortes riscos de cancelamento, devido a recepção negativa, mas ainda assim Marvel e Netflix confirmaram a segunda temporada da série.

1. Os Defensores

Quando Os Defensores chegou ao catálogo da Netflix, ela precisou lidar com as críticas negativas de Punho de Ferro e por incrível que pareça todo o espaço dado ao personagem na minissérie com 8 episódios, revelam que a Marvel não esperava que ele poderia ser tão criticado em sua série solo. 4 anos após o anúncio da parceria, o encontro do Demolidor, Jessica Jones, Luke Cage e Punho de Ferro foi considerado mediano, mas bem recebido pelo público, ainda que criticado por alguns sites especializados. Pode-se dizer que a Netflix tem a sua própria franquia dos Vingadores, mas em uma versão mais urbana.

Leia mais sobre Séries de TV

Publicidade
Comentários

Facebook

Publicidade

Mais recentes

Publicidade

Trending