Séries de TV

American Gods – 1X01: The Bone Orchard | Crítica

Se há um autor que dispensa apresentações, este com certeza é Neil Gaiman. Suas obras literárias chegam a ser reverenciadas pelo seu público, graças à sua habilidade ímpar em criar mundos e personagens fantásticos. Com Deuses Americanos não foi diferente. Um de seus livros mais famosos publicados, acaba de ganhar uma adaptação para TV, sob os cuidados de Bryan Fuller e Michael Green, que também dispensam apresentações, já que possuem uma longa jornada na TV, entre há mais recente adaptação, está Hannibal, que atingiu um sucesso estrondoso pela crítica especializada, mas que acabou sendo cancelada pela NBC.

A primeira temporada contará com 8 episódios que devem adaptar todo o universo criado por Gaiman em seu livro. Intitulado ‘The Bone Orchard’, o episódio de estreia chama atenção pela sua narrativa. Apostando em diálogos carregados, American Gods (Deuses Americanos), abstêm-se de ser fiel ao livro e mostra um forte potencial em seus próximos episódios.

Shadow Moon (Ricky Whittle) é um detento que aguarda sua libertação, a história começa a ser narrada a três dias de sua tão aguardada liberdade, quando voltaria para sua esposa e um emprego na academia de um ‘amigo’. Todos os seus planos são confrontados, quando a notícia que sua esposa morreu em um acidente automobilístico o pega de surpresa. Condenado a seis anos de detenção, graças ao seu bom comportamento, ele poderia retornar para casa após três anos. A notícia não abala os planos de Shadow Moon. Ao retornar para casa, com uma passagem comprada por sua esposa ainda em vida, já que ela trabalhava como agente de viagens, ele conhece um homem misterioso, que lhe oferece uma oportunidade de emprego. Identificando-se apenas como Wednesday (Ian McShane), ele insiste com para contratá-lo, que se nega em aceitar o trabalho.

É importante lembrar que há uma primeira inserção sobre o famigerado mundo dominado por deuses nas primeiras cenas, aonde os Vikings chegam à América. Toda a sequência apresentada pelo diretor David Slade, comprovam que a série debaterá desde os primórdios da fé dos seres humanos em deuses. As cenas são bem construídas e até chocam por sua intensidade, mostrando que American Gods não veio para brincar, reforçando que sua linguagem deve atingir um público mais seleto.

Retornando ao desenvolvimento do episódio, é impossível não associar as cenas com o livro e os quadrinhos que estão sendo publicados pela Dark Horse Comics nos EUA. Cada uma das mídias soube como aproveitar melhor os elementos criados por Neil Gaiman, tratando-se de uma adaptação é justificável e necessário que algumas partes da história de Shadow Moon recebam uma mínima alteração, o que não prejudica em nada o andar da história.

Bryan Fuller e Michael Green escrevem o roteiro do primeiro episódio e mostram boa performance, entregando um episódio sem nenhuma ponta solta. Nada é apresentado em vão e todos os diálogos favorecem o elenco. Em alguns casos o excesso de emoção de alguns personagens incomoda, mas não ao ponto de prejudicar a avaliação do episódio. Ainda que o episódio foque em Shadow Moon descobrindo a morte de sua esposa e todo o seu passado e lidando com Wednesday que insistentemente lhe oferece uma vaga de emprego, outros personagens são chamados para compor o time da estreia, entre eles: Mad Sweeney (Pablo Schreiber), Bilquis (Yetide Badaki) e Technical Boy (Bruce Langley). A presenção de Bilquis no episódio mostra a excentricidade da obra de Neil Gaiman, ao retratar uma deusa que devora homens através da sua vagina. As cenas geram certa estranheza, mas são bem conduzidas pela atriz, com respaldo do roteiro e direção.

Rodeada por certa expectativa do público, American Gods mostrou-se com elevado potencial. Seu primeiro episódio é tratado na medida sem grandes exageros, o que tornou o universo criado por Neil Gaiman ainda mais interessante. A forma com que a adaptação está sendo conduzida reforça que há um mundo de possibilidades para os próximos episódios, já que a série mostrou força para caminhar por si só. Agora resta saber como será conduzida e se manterá o mesmo ritmo daqui pra frente.

Nota: ✩✩✩✩✩

Título: American Gods (Deuses Americanos)
Episódio: 1X01 – The Bone Orchard
Exibição: Starz (EUA) | Amazon Prime Vídeo (Brasil)
Lançamento: 30 de Abril de 2017
Elenco: Ricky Whittle, Ian McShane, Emily Browning, Pablo Schreiber, Yetide Badaki, Bruce Langley, Crispin Glover, Jonathan Tucker, Cloris Leachman, Peter Stormare, Chris Obi, Mousa Kraish, Gillian Anderson, Omid Abtahi, Orlando Jones, Demore Barnes, Dane Cook, Kristin Chenoweth, Corbin Bernsen, Jeremy Davies e Beth Grant
Direção: David Slade
Roteiro: Bryan Fuller e Michael Green
Produtores: Bryan Fuller, Michael Green, Neil Gaiman, Craig Cegielski, Stefanie Berk e Thom Beers

Leia mais sobre Deuses Americanos