Livros

A Maldição de Malévola, de Elizabeth Rudnick | Resenha

Publicado no Brasil pela Universo dos Livros, A Maldição de Malévola conta a história da Bela Adormecida. Elizabeth Rudnick (A Bela e a Fera e Malévola) adapta o roteiro de Linda Woolverton e diferentemente do livro Malévola, temos uma história genérica da jornada de Aurora, conhecida como A Bela Adormecida. No imaginário de muitas pessoas, desde que a Disney lançou a animação em 1959, a história de uma Princesa que é amaldiçoada e apenas acordaria com o beijo apaixonado de um Príncipe, foi sem dúvida o sonho de consumo de muitas garotas, desde que todo o fascínio pelo mundo das Princesas do Estúdio começou a ser explorado.

A Maldição de Malévola, ainda que se preocupe em apresentar a grande vilã das histórias da Disney é muito mais um livro que gasta seu tempo em contar a origem da maldição que assombrou o futuro da jovem Aurora. Quando há referência da palavra genérica no primeiro parágrafo, não entenda como uma história que repassa para o papel a animação de 1959, pelo contrário, o resultado que  Elizabeth Rudnick consegue novamente escrevendo sobre esse rico universo da Disney é promissor.

Em resumo, conhecemos Malévola que ao ter sua confiança traída pelo Rei Stefan, o pai de Aurora, a vilã acha por bem, presentear a jovem com uma maldição, onde em seu 16º aniversário a jovem padeceria de um sono profundo e que seria acordada, apenas com o beijo de um jovem e esse beijo deveria ser necessariamente de amor. Essa maldição seria uma resposta de Malévola, em primeiro lugar pela traição do Rei Stefan e pela insolência do rei e da rainha em não convidar a vilã na cerimônia de batizado de Aurora.

Ao longo de 192 páginas que contam com o desenvolvimento da trama do livro, ele ainda conta com ilustrações Nicholas Kole, que é um atrativo à parte ao leitor. Elizabeth Rudnick tem realizado um bom trabalho quando se trata de adaptações das principais tramas da Disney, esse resultado pode ser acompanhado em outras produções que a escritora eficientemente tem se envolvido.

Ainda que o livro forneça uma nova perspectiva sobre a história de Aurora, focar boa parte da trama na antagonista, neste caso a vilã é um grande acerto que o livro possui. Esse ponto forte de A Maldição de Malévola traz uma nova abordagem a já conhecida jornada da vilã Malévola, querendo ou não, impulsionado pela animação de 1959 e pelo filme estrelado por Angelina Jolie, lançado em 2014 e que abriu portas para uma série de adaptações live-action dos personagens mais amados/odiados da Disney.

A Maldição de Malévola (A História da Bela Adormecida) é uma boa indicação para quem busca conhecer mais profundamente sobre a origem de importantes personagens da cultura pop, neste caso tudo que motivou a maldição por trás de Aurora e a mudança de Malévola, antes uma fada incapaz de fazer mal ao próximo que viu sua vida ser transformada e tornar-se uma das vilãs mais temidas deste rico universo apresentado durante gerações pela Disney.

Nota: ✩✩✩

Título: A Maldição de Malévola – A História da Bela Adormecida
Editora: Universo dos Livros
Título Original: The curse of Maleficent: the tale of a Sleeping Beauty
Autora: Elizabeth Rudnick
Tradução: Cristina Calderini Tognelli
Capa: Brochura
Valor: R$ 44,90
Quantidade de Páginas: 192
Sinopse: Aurora sempre teve uma vida simples. Ela ama explorar a linda floresta e os Moors encantados que cercam o pacato chalé em que mora. Sente-se confortada em saber que a fada madrinha sempre está por perto, vigiando-a com atenção. Até gosta das estabanadas, porém bem-intencionadas, tias. Contudo, quando Aurora descobre um segredo obscuro a respeito de seu passado, seu mundo inteiro vira de ponta-cabeça. Conseguirá Aurora salvar-se da maldição iminente? Ou um destino predeterminado selará o seu futuro?

Livro cedido para Resenha pela Editora Universo dos Livros.

Leia mais sobre Livros