Livros

O Dom, de James Patterson e Ned Rust | Resenha

O Dom é o segundo livro da saga Bruxos e Bruxas, criada por James Patterson e Ned Rust. Assim como no primeiro livro da saga, Patterson co-escreve o título. Após a estreia dos irmãos Whit e Wisty Allgood, as novas aventuras dos aprendizes à bruxos sofre uma grande evolução. Desta vez focando na jornada iniciada no livro anterior, com os personagens tentando descobrir mais sobre seu passado e tentando controlar seus ‘dons’.

O livro continua seu desenvolvimento por meio de capítulos que são distribuídos por pontos de visões diferentes, ora focando em Whit, ora em Wisty. Esse não é o único chamativo do livro. Dividir a criação do livro retira os autores da zona de conforto, fazendo com que a história tenha uma linearidade surpreendente. O Único Que é o Único continua sendo um inimigo implacável, o que torna a história do livro bem sustentada. Com protagonistas interessantes, somos presentados com um vilão a altura.

A sequência de Bruxos e Bruxas, preenche as lacunas e pistas deixadas no livro anterior. Alguns questionamentos sobre os irmãos começam a ser respondidos, uma vez que suas aliadas (Margô e Célia) não aparecem com tanto destaque no livro. Uma nova e interessante trama é melhor desenvolvida neste livro, os primeiras informações sobre o paradeiro de seus pais começa a ser revelado, bem como o passado dos jovens e de seus pais, que tentavam esconder os dois da repressão da Nova Ordem.

Os excessos da Nova Ordem não devem ser ignorados. O sistema de governo criminoso apresentado no primeiro livro, demostra ser um dos mais terríveis em O Dom. O amadurecimento dos protagonistas fazem que com que a leitura flua ainda mais. Sem alguns melodramas adolescentes, o livro parece preocupar-se em corrigir alguns pontos falhos do primeiro, que passam quase imperceptíveis por leitores desatentos. Apesar de ser uma leitura interessante e apresentar um enredo original ao leitor, Bruxos e Bruxas continha alguns erros de continuidade, nada que comprometa a leitura e seu resultado final.

Ainda que muitas informações sobre o distópico mundo criado pela Nova Ordem seja apresentada em excesso, a leitura da saga continua intrigante, despertando a curiosidade pelo que aguarda os irmãos Allgood. O ritmo imposto por Patterson e Rust ao longo do livro é certamente o diferencial, que nos faz ficar tão apegados aos personagens. A mesma dinâmica de descrever as situações com pontos de vistas diferentes ao longo do livro, resulta em uma leitura agradável.

Sem quebrar o ritmo do primeiro livro, O Dom é uma continuação que todo fã de uma saga complexa como a criada por James Patterson, ainda que apresente alguns pequenos erros, o livro é uma obra que não deve ser ignorada pelos leitores, já que os autores preocupam-se em aproximar os personagens de nós leitores. E não tem coisa melhor do que utilizar este atributo.

Nota: ✩✩✩✩

Título: O Dom
Editora: Novo Conceito
Título Original: Witch and Wizard: The Gift
Autores: James Patterson e Ned Rust
Tradução: Ana Paula Corradini
Ano de Publicação: 2013
Capa: Brochura
Valor: R$ 34,90
Quantidade de Páginas: 288
Sinopse: Os irmãos Allgood nunca desistem de lutar contra os poderes autoritários e desumanos d’O Único Que É O Único, mas, agora, eles estão sem Margô — a jovem e atrevida revolucionária; sem Célia — o grande amor de Whit; e sem seus pais — que provavelmente estão mortos… Então, em uma tentativa de esquecer suas tristes lembranças e, ao mesmo tempo, continuar seu trabalho revolucionário, os irmãos vão parar em um concerto de rock organizado pela Resistência onde os caminhos de Wisty e de um jovem roqueiro vão se cruzar. Afinal, Wisty poderá encontrar algo que lhe ofereça alguma alegria em meio a tanta aflição, quem sabe o seu verdadeiro amor… Mas, quando se trata destes irmãos, nada costuma ser muito simples e tudo pode sofrer uma reviravolta grave, do tipo que pode comprometer suas vidas. Enquanto passam por perdas e ganhos, O Único Que É O Único continua fazendo uso de todos os seus poderes, inclusive do poder do gelo e da neve, para conquistar o dom de Wisty… Ou para, finalmente, matá-la.

Saiba onde comprar, clicando aqui!

Leia mais sobre Livros