Quadrinhos

O Espetacular Homem-Aranha #1 | Crítica

Lançamento da Editora Panini em novembro de 2016, a nova revista mensal do Homem-Aranha, agora Espetacular Homem-Aranha vive as consequências do retorno das Guerras Secretas às publicações da Marvel que acabou culminando em diversas mudanças no atual Universo onde boa parte dos personagens de outras realidades acabaram migrando para o Universo 616. A revista reunirá dois importantes Homens-Aranha da Marvel, Peter Parker e Miles Morales. O último deixou o Universo Ultimate da editora para integrar o universo regular de suas publicações.

A revista é um mix das publicações: The Amazing Spider-Man #1 publicada em dezembro de 2015 nos EUA. Conta com roteiro de Dan Slott e arte de Giuseppe Camuncoli. A segunda parte do mix foi publicada na revista Spider-Man #1 em abril de 2016, contando com roteiro de Brian Michael Bendis e arte de Sara Pichelli.

O Espetacular Homem-Aranha #1 reúne a experiência de Dan Slott e Brian Michael Bendis em histórias relevantes do Universo do Homem-Aranha. Com participação de importantes heróis e vilões do Universo Marvel, o mix torna-se um atrativo para novos leitores de quadrinhos e consequentemente os fãs mais fervorosos do herói. A essência verdadeira do Homem-Aranha é revelada em cada página.

Na primeira história da publicação, somos apresentados à um Peter Parker conhecido por poucos, bem sucedido nos negócios e lançando um dispositivo chamado Webware que conta com o Homem-Aranha como garoto propaganda do produto lançado pelas Indústrias Parker. O dispositivo é alvo de ataques de alguns vilões que buscam acesso ao banco de dados à milhares de usuários em todo o mundo que utilizam a tecnologia. Com desenhos espetaculares, a primeira parte conta com participação de Agente Morse, Nick Fury, a Seita do Leão e a aparição do incrível Aranhamóvel. Uma conspiração que está sendo arquitetada para acabar com os dias de heróis de Peter Parker e aparentemente os traidores estão próximos a ele.

A segunda parte da revista mostra uma breve apresentação de Miles Morales como o Homem-Aranha nesta nova realidade e tendo que cumprir com suas obrigações de heróis. Com roteiro de Dan Slott e Christos Gage e arte de Paco Diaz, ao longo de 7 páginas o vilão Regente domina a Ilha reconstruída por Peter Parker para receber vilões que são presos em Nova York.

A última parte do mix revela a aparição do vilão Coração Negro é o grande desafio de Miles Morales. Sem imaginar o que espera o herói, Morales encontra os Vingadores completamente derrotados pelo vilão, além de precisar lidar com as desvantagens de ser um jovem que precisa lidar com todas as consequências de seu segredo. Peter Parker (Homem-Aranha) deve ser um grande mentor de Morales nas próximas edições.

O mix reunido pela Editora Panini gera um resultado positivo à revista mensal do aracnídeo mais conhecido dos quadrinhos. A edição ao longo de suas 76 páginas revela um futuro promissor à revista com periodicidade mensal. O amigão da vizinhança nunca esteve tão bem acompanhado em suas mensais.

Nota: ✩✩✩✩✩

Título: O Espetacular Homem-Aranha #1
Editora: Panini
Roteiro: Dan Slott, Brian Michael Bendis e Christos Gage
Arte: Giuseppe Camuncoli, Sara Pichelli e Paco Diaz
Sinopse: As Indústrias Parker trazem ao mercado uma tecnologia inovadora que se torna uma “febre mundial”, e membros do Zodíaco invadem a rede que controla cada conta de usuário ao redor do mundo! Para proteger quem faz uso dela, o Homem-Aranha vai para Xangai, com um novo jingle, um novo Aranhamóvel e uma nova parceira… a Harpia! E ainda: com o fim do Universo Ultimate, Miles Morales agora pertence à Terra 616! Descubra o que aconteceu com Nova York após as Guerras Secretas e veja o que o futuro reserva para Miles!
Lançamento: Novembro/2016
Valor: R$ 9,40

Leia mais sobre Homem-Aranha