Livros

Pines, de Blake Crouch | Resenha

Com ares de Twin Peaks, Pines revisita de forma eficiente todos os elementos trabalhados por seu antecessor, como uma boa inspiração. Não é sempre que o resultado de um trabalho inspirado em outra obra consolidada perante o público consegue tamanha atenção e Blake Crouch, autor do livro, consegue todas as vertentes possíveis do suspense em torno de Ethan Burke, o protagonista da história.

Ethan Burke é um agente secreto americano que vê sua vida mudar da água para o vinho ao chegar a Wayward Pines, uma pacata cidade em Idaho, nos Estados Unidos. É enviado a cidade para investigar o desaparecimento misterioso de dois de seus colegas. Sem perder tempo em poupar o leitor, o autor já entrega as primeiras pistas dos mistérios que se desenrolarão ao longo de 344 páginas. Não há nenhuma informação que ligue o desaparecimento de seus colegas e ainda o mais estranho, que ao chegar à cidade Ethan sofre um acidente, que atrasa suas investigações em dias, dada a violência do acontecimento, mas o que intriga o agente secreto é o sumiço de seu celular, carteira e a pasta em que reunia informações importantes sobre o desaparecimento dos dois amigos.

Essas misteriosas intervenções acabam colocando o protagonista em situações complicadas, como a falta de contato com seus familiares (esposa e filho). O acidente que se mostrava um indício de uma possível tentativa de atrapalhar o personagem em mostrar o que realmente de tão misterioso Wayward Pines está envolvida. Essa tensão criada pela chegada de Ethan à cidade é muito bem explorada pelo autor e eleva o clímax da trama do livro, elevando seu nível.

Pines intercala sua narrativa entre o presente, o que está de fato acontecendo na misteriosa cidade, com relatos do passado de Ethan, que de alguma forma fazem sentido ao final do livro, inicialmente a forma como são organizados, acabam distorcendo as expectativas do leitor e em alguns momentos confundindo, mas não ao ponto de atrapalhar, neste caso apenas organizar as ideias já seria suficiente para dar mais fluidez ao plot do personagem.

Passeando por alguns gêneros, como: policial, thriller e suspense, o livro mantém um bom ritmo, ainda que os capítulos extensos tornem a leitura em determinados momentos cansativa e maçante. Esses momentos não prejudicam a leitura e a experiência final do leitor, mas facilmente são elencados nos pontos negativos do livro.

O livro ganhou uma adaptação para TV pela FOX que acabou sendo cancelada, após a exibição da primeira temporada. Ambos se complementam e ampliam a interatividade entre as duas plataformas, mas de forma geral, o livro causa maior expectativa no leitor. Alguns problemas são encontrados no livro, principalmente aqueles que interferem no ritmo da leitura, mas não chega a comprometer a experiência final do leitor, sendo uma leitura indispensável para fãs do gênero.

Nota: ✩✩✩

Título: Pines
Editora: Planeta
Título Original: Pines
Autor: Blake Crouch
Tradução: Monique D’Orazio
Capa: Brochura
Valor: R$ 44,90
Quantidade de Páginas: 344
Sinopse: O agente secreto americano Ethan Burke chega à aparentemente pacata cidade de Wayward Pines, em Idaho, Estados Unidos, com a missão de descobrir o que ocorreu com dois de seus colegas, que sumiram sem deixar rastro. Mas, ao chegar, Burke se envolve em um violento acidente de carro e acorda, dias depois, em um hospital da cidade sem sua carteira, seu celular e a pasta que continha os papéis secretos que o levaram até a região. Sem nenhum documento que conforme sua identidade, o agente não convence os moradores da cidade de que é quem diz ser. Para piorar a situação, ele não consegue contatar sua mulher e filho. Rapidamente, Burke percebe que nem tudo é o que parece ser em Wayward Pines e que o cenário bucólico do lugar esconde algo sinistro.

Livro cedido para Resenha pela Editora Planeta.

Leia mais sobre Livros