Quadrinhos

Planetary – Vol. 1 – Pelo mundo todo e outras histórias | Crítica

Lançado pela Editora Panini em meados de 2013, o primeiro volume de Planetary, chega com o subtítulo ‘Pelo mundo todo e outras histórias’, compilando importantes histórias escritas por Warren Ellis e arte de John Cassaday. Foi publicada nos Estados Unidos em 27 edições entre 1999 e 2009, pelo selo Wildstorm da DC Comics, foi indicada aos Prêmios de Melhor Nova Série e Melhor Série Continuada em 2000 e 2002 no Eisner Award.

Com uma premissa diferente das publicações da DC Comics, Planetary mostra-se uma história adulta recheada de mistérios. Planetary é uma organização misteriosa fundada pelo Quarto Homem, onde são conhecidos como ‘Arqueólogos do Impossível’. A publicação sustenta-se por meio de alguns mistérios interessantes, onde Jakita Wagner, O Baterista e Elijah Snow são os emissários desta organização que investiga os grandes e mais secretos segredos do Universo.

Warren Ellis estrutura o roteiro de Planetary fechando históricas a cada edição, ainda que uma trama maior seja desenvolvida subliminarmente pelo autor, as seis edições que compõe o primeiro volume lançado pela Editora Panini, contêm arcos fechados em cada edição. As histórias abusam do fantasioso, mostrando desde a junção dos três membros, uma ilha que abriga segredos militares e animais gigantescos, uma nave alienígena que precisa de humanos para poder sair da Terra e um sobrevivente da primeira formação da Organização que sobreviveu há mais de 50 anos ferido, apenas com a força da mente.

A arte ao melhor estilo de John Cassaday, mostra todo o seu talento em contar essas histórias juntamente com o roteiro de Warren Ellis. Os traços e cores da publicação mostram uma característica muito íntima dos trabalhos de Cassaday e mostrando por que os selos de publicações de quadrinhos da DC Comics, focadas em histórias com cunho mais adulto fazem tanto sucesso, isso tudo graças ao talento criativo dos envolvidos e pela liberdade oferecida pela Editora aos seus artistas.

A primeira história faz uma conexão à saga Crise Nas Infinitas Terras, publicada pela DC Comics e que trata sobre Multiverso, mostrando uma sociedade secreta de humanos super dotados que descobrem como ultrapassar um portal dimensional. A segunda história mostra um grupo de arqueólogos que descobrem uma ilha com animais gigantes, fazendo uma conexão com a Segunda Guerra Mundial, onde Rússia e Japão lutam pelo controle da Ilha misteriosa. A terceira história explora o misticismo, mostrando um espírito de um policial que vinga a morte de outros policiais que foram mortos por seus companheiros de trabalho. A quarta história faz uma analogia na relação entre seres humanos e máquina, ao mostrar como ambas precisam conviver, mostra o encontro entre uma raça alienígena (uma nave) que precisa de seres humanos para deixar a Terra. A quinta história dá ênfase à história do Doutor Brass um sobrevivente da Guerra entre o sobrenatural e os seres humanos. A última edição mostra a batalha entre William Lether e Elijah Snow, com cenas de lutas incríveis.

Planetary – Vol. 1 – Pelo mundo todo e outras histórias compreende as seis primeiras edições da revista publicada mensalmente nos Estados Unidos, com roteiro de Warren Ellis e arte de John Cassaday. O encadernado lançado no Brasil pela Editora Panini apresenta com histórias relativamente interessantes um novo conceito de publicação focada no público adulto da Editora e que buscam histórias que fujam do eixo super-heróis (DC e Marvel), mostrando que há todo um universo há ser explorado por seu público.

Nota: ✩✩✩✩✩

Título: Planetary – Vol. 1 – Pelo mundo todo e outras histórias
Título Original: Planetary (Edição Brasileira compila as edições de 1 a 6)
Editora: Wildstorm (EUA) | Panini (Brasil)
Roteiro: Warren Ellis
Arte: John Cassaday
Capa: Vários Artistas
Cores: Laura Martin e David Baron
Número de Páginas: 164
Lançamento: 2013
Valor: R$ 21,90
Sinopse: A organização Planetary está interessada em mapear a história secreta do Século 20. Para isso, sua equipe de campo, composta por Jakita Wagner, Elijah Snow e Baterista, vai viajar o mundo inteiro investigando casos.

Leia mais sobre Planetary