Livros

Psicose, de Robert Bloch | Resenha

Psicose foi um dos primeiros livros publicados pela Editora Darkside no Brasil. O livro escrito por Robert Bloch foi adaptado aos cinemas nos anos 60 por Alfred Hitchcock. O filme tornou-se um clássico dos cinemas, sendo lembrado até hoje pela cena Janet Leigh. No Brasil, Psicose foi lançado em duas edições: Classic Edition (versão em brochura) e Limited Edition (versão capa dura). Robert Bloch escreveu o livro em 1959 e desde então é um dos livros mais conceituados ao autor, que morreu aos 77 anos em 1994. As edições foram publicadas 54 anos (houveram outras edições em 1959 e 1964) após a estreia do romance nas livrarias americanas.

Uma informação adicional é que a história do livro é inspirada em um caso de assassinato em Wisconsin, Ed Gein. No livro acompanhamos a jornada de Norman Bates, um protagonista apresentado aos leitores na maioria das vezes em meio à sua confusão mental. A vida do personagem é de fato uma verdadeira bagunça e sua tendência para se tornar uma assassino fica mais claro à cada página do livro.

O personagem central, Norman Bates, é um dos mais estruturados no gênero de terror e suspense. A construção que o autor faz de Norman ao longo do livro torna a leitura agradável. É impossível falar em Psicose sem trazer em mente Alfred Hitchcock que imortalizou o livro nos cinemas. É inegável que o livro traz muitos detalhes que um filme não poderia abordar em pouco mais de 1h30min.  É uma dica necessária, ler o livro e depois assistir ao filme é uma boa opção.

O livro basicamente centra-se na história de Norman Bates e sua mãe, apresentada como dominadora e toda e qualquer ação do seu filho sempre era em consonância com a mãe. Em alguns momentos do livro essa relação parece ser doentia e você começa a acreditar que Norman é um desajustado devido à influência da mãe, mas com o avanço da leitura você compreende um pouco mais da verdadeira essência do protagonista. Psicose é uma boa primeira imersão no gênero terror e suspense. O texto de Robert Bloch facilita sua entrada neste universo que lhe abrirá portas para outros livros.

Uma preocupação da editora em fazer com que os leitores tenham uma leitura acompanhada da boa sensação que estar com ambas as edições publicadas pela Darkside em mãos. É um casamento perfeito: Darkside e Robert Bloch.

A leitura em si ela tem como objetivo entreter além de ser um gerador de conhecimento, Psicose sem dúvida é um livro para ambos os objetivos.

Nota: ✩✩✩✩✩

Título: Psicose | Limited Edition
Editora: Darkside
Título Original: Psycho
Autores: Roberth Bloch
Tradução: Anabela Paiva
Ano de Publicação: 2013
Número de Páginas: 256
Capa: Dura (disponível em capa brochura)
Valor: R$ 39,90
Sinopse: Psicose”, o clássico de Robert Bloch, foi publicado originalmente em 1959, livremente inspirado no caso do assassino de Wisconsin, Ed Gein. O protagonista Norman Bates, assim como Gein, era um assassino solitário que vivia em uma localidade rural isolada, teve uma mãe dominadora, construiu um santuário para ela em um quarto e se vestia com roupas femininas. Em “Psicose”, sem edição no Brasil há 50 anos, Bloch antecipou e prenunciou a explosão do fenômeno serial killer do final dos anos 1980 e começo dos 1990. O livro, assim com o filme de Hitchcock, tornou-se um ícone do horror, inspirando um número sem fim de imitações inferiores, assim como a criação de Bloch, o esquizofrênico violento e travestido Bates, tornou-se um arquétipo do horror incorporado a cultura pop.

Leia mais sobre Livros