Séries de TV

Riverdale – 1X07: Chapter Seven: In a Lonely Place | Crítica

Riverdale é sem dúvida uma das mais importantes estreias da TV americana em 2016 e consequentemente um dos maiores acertos do canal CW nos últimos anos. Com uma trama envolvente e bem distribuída, a série mostra crescimento há cada episódio exibido e com Chapter Seven: In a Lonely Place não é diferente.

No sétimo episódio da temporada, novas informações ao assassinato de Jason Blossom estão sendo apresentadas, bem como novas pistas que nos levarão a conhecer o verdadeiro assassino do jovem que morreu tão precocemente. No sexto episódio, já havíamos recebido uma carga de informações importantes, sendo a principalmente o bebe que Polly está esperando de Jason e essa informação mudou os caminhos da investigação realizada por Betty e Jughead. Ainda no episódio anterior há a primeira interação de Polly e Betty, após a descoberta do paradeiro da então, namorada de Jason.

Muitas informações foram reveladas no episódio 6 (Chapter Six: Faster, Pussycats! Kill! Kill!) e coube aos roteiristas do episódio da semana trabalharem essas informações. Mesmo lidando com um grande acontecimento na temporada, Riverdale desenvolve muito bem as tramas secundárias e seus personagens, fazendo com o que a série mantenha uma constante que aproxima ainda mais o público e faz com que a continuidade da série não seja prejudicada. E no sétimo episódio da primeira temporada, há grandes destaques, mas o roteiro dá maior ênfase na relação conturbada de Jughead e seu pai alcoólatra Forsythe Pendleton Jones II, o antigo sócio do pai de Archie.

Um novo segredo é revelado sobre a relação de Jughead e Forsythe é revelado, fazendo com que possamos entender o motivo do melhor amigo de Archie em alguns momentos demonstrar-se tão distante e arredio à sociedade, ainda que com a ajuda de Betty, ele tenha se mostrado um pouco mais acessível. O único problema não seria seu envolvimento com as Serpentes, mas também o seu passado sombrio, até então escondido de Jughead.

Com a fuga de Polly, ela contará com a ajuda de sua irmã Betty, para esconder-se da sua família e com o retorno de Cheryl Blossom, ela se mostrará uma importante aliada com a descoberta da gravidez da ex-cunhada, após a revelação da mãe de Betty e Polly, em uma coletiva. Inclusive Cheryl Blossom, passeia por seus atos de vilã e de boa moça, a personagem está constantemente, sendo confrontada e precisará decidir um lado.

O desenvolvimento de Riverdale com apenas sete episódios exibidos evidencia todo o trabalho criativo por trás da série. Contando com um elenco que conseguem carregar seus personagens da forma necessária, o maior reforço está por trás das câmeras, como roteiristas, produtores e diretores. A série tem mostrado como fazer um bom enredo sem uma história mirabolante e com continuidade, isso tem agradado e eleva o nível das produções do canal CW. Riverdale encaminha-se para o seu desfecho, tendo exibido mais da metade de seus episódios da primeira temporada, o que torna ainda mais instigante acompanhar os próximos seis episódios que restam para o encerramento da temporada.

Nota: ✩✩✩✩✩

Título: Riverdale
Título Original: Riverdale
Episódio: 1X07 – Chapter Seven: In a Lonely Place
Exibição: CW (EUA) | Warner (Brasil)
Lançamento: 9 de Março de 2017 (EUA)
Elenco: K. J. Apa, Camila Mendes, Lili Reinhart, Cole Sprouse, Madelaine Petsch, Ashleigh Murray, Casey Cott, Luke Perry, Mädchen Amick e Marisol Nichols.
Direção: Allison Anders
Roteiro: Aaron Allen
Produtores: Greg Berlanti, Sarah Schechter, Jon Goldwater e Roberto Aguirre-Sacasa

Leia mais sobre Riverdale