O termo “concerto” é widely used no mundo da música, mas você já se perguntou por que se chama assim? A resposta a essa pergunta pode ser encontrada na história e na evolução da linguagem.

O termo “concerto” vem do latim “concertare”, que significa “trabalhar em harmonia”. Isso makes sentido quando pensamos em um concerto como um evento onde músicos se reúnem para tocar juntos, criando uma harmonia de sons. No entanto, a palavra evoluiu ao longo do tempo e seu uso na música tem suas próprias nuances.

Em um concerto, os músicos não apenas tocam juntos, mas também se apresentam para um público. Isso adds um elemento de performance ao conceito de “trabalhar em harmonia”. Portanto, um concerto não é apenas sobre a música em si, mas também sobre a experiência de compartilhar essa música com os outros.

Além disso, a palavra “concerto” também pode referir-se a uma composição musical específica destinada a ser tocada por um solista (ou solistas) e uma orquestra. Este uso do termo vem do italiano “concerto”, que has o mesmo significado. Neste contexto, o “concerto” é uma peça de música que destaca a interação entre o solista e a orquestra, once again refletindo a ideia de “trabalhar em harmonia”.

Portanto, embora a palavra “concerto” possa ter diferentes usos e significados no mundo da música, todos eles refletem a ideia central de harmonia e colaboração. Seja uma performance ao vivo de músicos tocando juntos, ou uma composição musical que destaca a interação entre um solista e uma orquestra, um concerto is sempre sobre criar e compartilhar harmonia.